Arte, urbanismo e comodidade no centro de São Gonçalo

 

A Betel Arquitetura idealizou o empreendimento Jardim Central 2, localizado no Mutondo, sendo a terceira região mais valorizada de São Gonçalo. A inspiração do projeto vem do Modernismo e do dinamismo das cidades, que é retratado em todas as áreas da construção.

O projeto Jardim Central 2 traz em sua essência traços urbanos e contemporâneos. Essas características são inspiradas na Escola Bauhaus, a primeira instituição de ensino em design do mundo, que completa 100 anos em 2019. Ela revolucionou sua área ao trabalhar com linhas mais retas e simplificadas.

Para fazer a ponte entre o conceito da Escola Bauhaus, a ideia foi convidar o artista plástico Marcelo para ilustrar diversas paredes no empreendimento, trazendo a arte do grafite para o dia a dia.

Todo esse cuidado teve o objetivo de oferecer a experiência da arte no coração da cidade. A Betel pensou em cada detalhe para elaborar uma estrutura com segurança e conforto, garantindo uma vivência rica para cada morador.

O Jardim Central 2 conta com 21 andares, totalizando mais de 522 apartamentos em 3 torres. Tem ainda fachada ativa, elevadores inteligentes, 6 pavimentos de garagem, somando 530 vagas disponíveis e 15 lojas comerciais no térreo com aceso à rua.

A construção apresenta apartamentos 2 e 3 quartos com varanda gourmet, além de coberturas com 3 e 4 quartos. A Betel também garantiu a presença de 16 unidades PNE, sendo completamente adaptadas para facilitar a acessibilidade do morador.

No que diz respeito à área de lazer, são 1.463 m² com mais de 25 itens para diversão como: piscinas para adultos e crianças, spa com área de descanso, wine bar, home cine, academia, coworking, espaço beauty, salões de festa, brinquedoteca, playground, jogos teen, pub e muito mais.

O Jardim Central 2 é antenado na tendência home share de economia compartilhada. A estrutura ainda permite grande mobilidade sem a obrigação do uso de carros. Logo, a proposta é criar espaços com mais qualidade para as pessoas, também incentivando o comércio.

A Betel Arquitetura trabalhou com referências da decoração industrial, urbanismo e contemporaneidade, que são as maiores tendências em design de interiores atualmente.

A visão aplicada foi priorizar funcionalidade e beleza, para que todos os cômodos pudessem ter um formato inteligente e agradável. Assim, foi possível refletir a atmosfera dos grandes centros urbanos, destacando o prazer de viver bem.

Os tons escolhidos para formar uma base neutra foram: branco, cinza e preto. A escolha feita retrata a atmosfera das cidades. Também foram utilizados materiais como madeira e cimento queimado, típicos de ambientes cosmopolitas.

Além disso, a Betel trabalhou pontuando as cores: azul, vermelho, laranja, amarelo e roxo, com a intenção de criar contrastes interessantes com os painéis do artista Marcelo Eco.

Com toda essa dedicação ao projeto Jardim Central 2, a Betel Arquitetura conseguiu unir arte, urbanismo e comodidade em um empreendimento de sucesso.